O ano de 2019 marcou a ausência de uma montadora de automóveis na lista de patrocinadores da Copa Libertadores depois de 20 anos de presença marcante da japonesa Toyota. Um dia antes da fase de grupos da edição 2020 da principal competição sul-americana começar, porém, a Ford foi anunciada como nova patrocinadora do torneio, em acordo válido até 2022.

"Estamos orgulhosos de ter o apoio de uma das marcas internacionais mais reconhecidas do setor automobilístico. Acreditamos que a sua confiança e comprometimento com o futebol sul-americano correspondem ao excelente momento que esse esporte está vivendo no continente, tanto no nível esportivo como de gestão, e projeção de crescimento nos próximos anos", disse Juan Emilio Roa, diretor comercial da Conmebol, ao anunciar o acordo, fechado pela agência FC Diez Media.

Foto: Reprodução

O negócio prevê que a Ford tenha a marca exposta nos painéis de publicidade estática nos estádios e ainda nos meios digitais e transmissões de TV. Além disso, a Ford oferecerá experiências de conectividade e mobilidade para o torcedor.

"Além de ser uma excelente plataforma para o lançamento de produtos, a Libertadores traz várias oportunidades alinhadas com o nosso objetivo, que é o reconhecimento da Ford como uma marca de confiança que promove experiências inovadoras aos clientes", disse Natan Vieira, vice-presidente de marketing da marca.

O acerto também fez com que, em apenas dois anos, a FC Diez Media conseguisse cumprir a meta de dez patrocinadores para a Libertadores. Amstel, Betfair, Bridgestone, Gatorade, EA Sports, Mastercard, Qatar Airways, Rexona e Santander são as outras empresas que patrocinam a competição sul-americana.


Notícia Ford Libertadores patrocínio marketing visibilidade mercado gestão FC Diez Media