- Crédito Divulgação

- Crédito Divulgação

O Internacional deu um passo importante no processo de expansão da sua marca no mercado asiático. Nesta semana, representantes japoneses foram recebidos por dirigentes do clube gaúcho para acertar os últimos detalhes de uma parceria responsável pela criação da franquia de escolinhas de futebol do clube, que será chamada de "The Red Academy".

A primeira unidade deverá ser aberta na primeira quinzena de abril, quando tem início o ano fiscal japonês, na cidade de Akashi. Os japoneses irão construir a unidade e cuidar do dia a dia da operação. O time colorado não terá despesas com a escolinha e ainda ficará com 10% da receita obtida com os alunos. 

O Inter também terá a prioridade sobre jovens talentos que porventura surgirem no local, e poderá realizar clínicas de futebol e interc"mbio de atletas. No começo da operacionalização da unidade, o clube deverá enviar um profissional das categorias de base para implementação da metodologia colorada de treinamentos.

A primeira franquia, que inicialmente deverá trabalhar com 300 garotos, terá capacidade de atender até 500 jovens, de 8 a 16 anos. Até 2014, o clube pretende abrir outras cinco academias no país. A meta é chegar a dez nos próximos quatro anos.

Além do Japão, o projeto de internacionalização da marca do Inter inclui a abertura de novas franquias em outros países da Ásia, como Coreia do Sul, Tail"ndia e China. “Com este projeto, queremos formar jovens torcedores e ampliar as receitas do clube em novos mercados”, explica Jorge André Avancini, diretor de marketing do Inter.

O departamento de marketing do clube também espera que a iniciativa sirva para que o clube feche parcerias comerciais com o mercado asiático. "Nós, com certeza, temos este objetivo. Não estamos nos aventurando na Ásia, estamos indo para ficar", disse Avancini. 

O clube também espera fortalecer o processo de internacionalização da sua marca por meio de vendas de camisa. "As nossas camisas ainda não chegaram no mercado asiático, mas temos a promessa da Nike [fornecedora de material esportivo do clube] de que a partir do ano que vem as vendas serão expandidas para diversos lugares do mundo", finalizou o dirigente. 


Notícia Marketing Ásia Internacional de Porto Alegre