O Liverpool trocará de CEO no final de agosto. Nesta sexta-feira (31), a imprensa britânica deu destaque para a saída de Peter Moore, que assumiu o cargo em 2017 e deverá voltar para os Estados Unidos, onde vivia desde 1981 até o ano em que passou a liderar os Reds. Em seu lugar ficará Billy Hogan, que trabalha para a Fenway Sports Group (FSG), empresa de propriedade do Liverpool, desde 2004, e no clube em si desde 2012.

A mudança será efetuada no final de agosto. Moore deixará o clube com um dos melhores currículos da história do futebol. Em três anos, foi responsável por levar o clube a duas finais seguidas de Champions League, vencendo em 2019, além de conquistar a Premier League pela primeira vez desde que o torneio passou a ter esse nome em 1992. De quebra, o Liverpool também é o atual campeão mundial.

Ao lado do zagueiro Virgil van Dijk, Peter Moore comemora o título da Champions League conquistado pelo Liverpool na temporada 2018/2019 (Foto: Reprodução)

"Pensar que vencemos a Champions League, o Mundial de Clubes da Fifa e agora o título da Premier League durante o meu tempo aqui está muito além dos meus sonhos. Foi uma conquista fenomenal de todos. A equipe merece plenamente os aplausos e o reconhecimento. Voltei para Liverpool em 2017, tendo estado nos EUA por mais de 30 anos, e tem sido uma experiência muito especial. Tenho memórias daqui que guardarei para sempre", afirmou Moore.

Atual diretor geral e comercial do clube inglês, Billy Hogan ganhou moral nos bastidores após o contrato fechado com a Nike, que acabou envolto em polêmica por conta da tentativa da New Balance de tentar se manter como fornecedora de material esportivo da equipe. O acordo com a nova parceira entrará em vigor oficialmente neste sábado (1º).

"Em nome de todos os nossos funcionários, parceiros e outras partes interessadas, gostaria de registrar nossos agradecimentos a Peter por sua liderança nas últimas três temporadas e desejar-lhe felicidades em seu retorno aos EUA com sua esposa Debbie. Tendo tido o privilégio de trabalhar neste clube há mais de oito anos, é realmente uma honra assumir o cargo de CEO e continuar com o excelente trabalho que foi feito até hoje em toda a organização", resumiu Hogan.


Notícia Mercado bastidores marketing gestão CEO Peter Moore Billy Hogan Liverpool