A BV, marca de varejo do Banco Votorantim, completou nesta semana a marca de um ano de patrocínio para seis projetos sociais em parceria com ex-atletas. E, no primeiro ano da ação, o banco celebrou 1.400 alunos atendidos nos projetos, além de observar uma melhoria no rendimento escolar deles.

No final de 2018, a BV anunciou que iria apoiar os projetos de Ana Moser (Instituto Esporte e Educação) e Flávio Canto (Instituto Reação). Além disso, com o apoio técnico dos dois projetos de Ana e Canto, a marca ajudaria na construção de institutos para os ex-atletas Mauro Menezes (Instituto Próxima Geração, de tênis), Serginho Escadinha (Instituto Serginho10, de vôlei), Marcelinho Machado (M4 nas Escolas, de basquete) e Bob Burnquist (Burnkit, voltado para a prática do skate).

Foto: Divulgação / BV

No primeiro ano de atividades, a BV conseguiu realizar mais de 4 mil aulas e 600 atividades extras com os alunos. Os projetos também ofereceram aos jovens aulas de inglês, além de nutricionista, fisioterapeuta, apoio psicológico e bolsas de estudos.

Segundo o banco, em parceria com os institutos apoiados, notou-se que 96% dos alunos apresentaram desempenho escolar melhor após começarem nos projetos.

"Nosso sentimento é de que nossa vocação para incentivar pessoas pode ir ainda mais longe e construir novas histórias de jovens que começaram a trilhar seus próprios rumos e realizar seus sonhos por meio do esporte-educação", afirmou Claudia Furini, superintendente de marketing e sustentabilidade do Banco Votorantim, em comunicado.


Notícia BV Banco Votorantim projetos sociais ação social esporte educação gestão patrocínio marketing mercado