A Band deverá quitar uma dívida relativa à transmissão de torneios de futebol estaduais e nacionais que tem com a Globo em setembro. O montante de R$ 10 milhões refere-se a uma última parcela, que era para ter sido paga em abril. O valor contempla os sublicenciamentos da Série A do Campeonato Brasileiro, da Copa do Brasil e de alguns campeonatos estaduais entre 2014 e 2016. As informações são do UOL.

De acordo com a Band, o atraso se deu por conta dos prejuízos causados pela pandemia do coronavírus. As parcelas da dívida estavam sendo pagas desde o fim do primeiro semestre de 2019. Segundo o UOL, o valor total da dívida era de R$ 135 milhões.

Transmissão de Flamengo 0x3 Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro de 2015, vencido pelo clube paulista, foi ao vivo na Band (Foto: Reprodução / Band)

A publicação ainda revelou que a questão da dívida é o principal impeditivo da Band tentar negociar transmissões de futebol com a Globo atualmente, já que a emissora carioca só aceita voltar a conversar sobre o assunto quando todo o valor devido for pago. A emissora paulista tem dado indícios de que está de olho novamente em transmissões esportivas, assunto que vem estampando as manchetes desde a publicação da Medida Provisória 984 assinada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 18 de junho.    

O UOL finaliza dizendo que a Globo aceitou o adiamento do pagamento do restante da dívida por parte da Band pelo fato dela própria estar com dificuldades de efetuar os seus pagamentos. Durante a pandemia, a emissora reduziu pagamentos aos clubes e ainda pediu mais tempo para se acertar com a Fifa com relação às parcelas do contrato válido desde 2015 e que irá até o final da Copa do Mundo de 2022.


Notícia Mídia direitos transmissão sublicenciamento dívida pagamento Band Globo mercado gestão