A decisão da Libertadores 2019 entre Flamengo e River Plate realizada no último sábado (23) no Estádio Monumental de Lima, no Peru, movimentou o Twitter em todo o mundo. A virada rubro-negra nos últimos minutos de jogo foi responsável pelos maiores picos de conversas sobre o duelo na plataforma. O maior deles aconteceu logo após o término da partida, motivado principalmente pela comemoração dos flamenguistas.

O pódio dos picos foi completado pelo segundo gol, o da vitória, e o primeiro gol, o de empate, ambos marcados por Gabigol. Considerando o período entre 0h de sábado e 0h de segunda-feira, foram registrados 5,1 milhões de tuítes sobre a decisão em todo o mundo.

O atacante Gabigol foi o jogador mais mencionado em tuítes sobre a partida no Brasil, seguido pelo seu companheiro de ataque Bruno Henrique, o atacante argentino Lucas Pratto, o camisa 10 do Flamengo Diego e o lateral Filipe Luís. As hashtags mais utilizadas durante a partida foram: #libertadores, #flamengo, #flaxriv, #venceremosjuntos e #jogaremosjuntos.

Entre os cinco tuítes que foram mais retuitados, quatro foram publicados pelo perfil do próprio Flamengo em comemoração ao título. Um tuíte publicado pelo River Plate, parabenizando a conquista do adversário, também se destacou.

Foto: André Mourão

E não foi apenas o Twitter que bombou com a final. As redes sociais em geral ficaram bastante movimentadas durante toda a semana que antecedeu a partida, assim como no dia do jogo e no dia seguinte. De acordo com o Ibope Repucom, entre 18 e 24 de novembro (o jogo foi no dia 23), foram registrados mais de 12,3 milhões de posts únicos sobre a competição nas redes sociais em todo o mundo.

Como não podia deixar de ser, o dia da decisão gerou o maior volume de comentários, sobretudo entre 20h e 21h, que concentrou mais de 1 milhão de posts entre comemoração de torcedores e demais repercussões sobre a final.

Dos 4,8 milhões de posts com geolocalização identificável, 90% se concentraram em cinco países de três continentes diferentes. O Brasil registrou massiva participação de 76%, seguido por 7% de comentários com origem na Argentina, 4% nos Estados Unidos, 2% em Portugal e 1,2% na Colômbia.

"Para os fãs de futebol, as mídias sociais são um verdadeiro exercício de sua paixão, e vimos isso com enorme intensidade no final de semana da decisão. Quem gritou mais alto, definitivamente, foi o futebol brasileiro em rubro-negro, que sacudiu a imprensa e redes sociais, comprovando seu poder de alcance e engajamento", destacou José Colagrossi, diretor executivo do Ibope Repucom.


Notícia Flamengo River Plate Libertadores Gabigol Bruno Henrique Twitter redes sociais comentários menções mídia social