Mensagem da Chape em sua página no Facebook

Desde que houve a queda do avião da Chapecoense, próximo a Medellín, na Colômbia, o clube catarinense em experimentando um crescimento acelerado nas redes sociais.

Segundo levantamento do Ibope Repucom, a equipe teve um crescimento de 884% em média nas suas quatro principais contas digitais (Facebook, Instagram, Twitter e YouTube).

A página do clube no Facebook registrou um crescimento de quase 1000% em relação à última contagem em novembro e acumula quase 3,7 milhões de curtidas, sendo a quinta maior entre os clubes brasileiros.

 

 

Já a conta oficial no Instagram conseguiu um aumento de mais de 1700% em relação a novembro, e se tornou a quarta maior do país entre os clubes, maior inclusive que a conta oficial do Palmeiras, clube com uma das maiores torcidas do Brasil e campeão brasileiro de 2016. Foi justamente contra o time paulista, no Allianz Parque, o último jogo da Chapecoense antes da tragédia aérea. O clube iria decidir pela primeira vez em sua história uma taça internacional, a Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, em Medellín.

Comovido com a tragédia do rival, o time colombiano requisitou que o troféu fosse oficializado para a equipe brasileira no próprio dia do acidente aéreo. Uma semana depois, a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) confirmou o pedido feito pelo Atlético Nacional e oficializou a Chapecoense como a campeã.

 

 

Entre os times brasileiros, a Chapecoense hoje ocupa uma honrosa sétima posição no ranking de seguidores em canais digitais. Contanto as contas de Facebook, Twitter, Instagram e YouTube, o time acumula 5.055.752 milhões de seguidores. Está atrás apenas de Corinthians, Flamengo, São Paulo, Palmeiras, Santos e Grêmio.

Os catarinenses figuram à frente de times bem mais tradicionais no futebol nacional, como Vasco, Fluminense, Botafogo, Atlético-MG, Cruzeiro e Internacional.


Notícia Chapecoense Chapecoense Redes Sociais Ibope Repucom Ranking