A National Hockey League (NHL) será a quarta grande liga americana a retomar as atividades. Após as definições de MLS (8 de julho), MLB (23 de julho) e NBA (31 de julho, que depois foi modificada para 30 de julho), a liga de hóquei anunciou, nesta segunda-feira (6), que a temporada será retomada no dia 1º de agosto.

Além da data, alguns outros detalhes também já estão definidos. A fase de classificação (temporada regular) foi encerrada mesmo sem ter chegado ao seu final e, a partir da volta, 24 times (12 de cada conferência) disputarão os playoffs, em vez das 16 equipes que tradicionalmente se classificam para a fase decisiva. Ao todo, ainda restavam 189 jogos.

Foto: Reprodução / Twitter (@NHL)

No entanto, ainda há definições no ar. A principal delas é o local onde os playoffs serão disputados. A princípio, a ideia é seguir o que fizeram NBA e MLS e optar por uma sede única para minimizar as questões de logística e, consequentemente, reduzir a possibilidade de disseminação do coronavírus. Até algumas semanas atrás, a favorita era Las Vegas, mas, com a pandemia ainda fora de controle nos Estados Unidos, a NHL passou a se concentrar em uma cidade canadense para servir de casa para o restante da temporada. Edmonton e Toronto surgem como favoritas e podem, inclusive, dividir os jogos.

De acordo com a liga, a abertura dos campos de treinamento para que as equipes retomem as atividades será já na próxima segunda-feira (13). Duas semanas depois, no dia 26, os times classificados viajarão para a cidade-sede (ou cidades-sedes) dos jogos. A NHL ainda confirmou que pretende fazer a temporada 2020/2021 completa, apesar de todo o atraso ocorrido na atual temporada, o qual foi provocado pela paralisação que, no total, chegará a quatro meses e meio.


Notícia Calendário retomada hóquei no gelo NHL mercado gestão estratégia pandemia coronavírus