A Nike finalmente lançou a nova camisa do Barcelona para a disputa da temporada 2020/2021. O lançamento segue uma série de outros realizados pela fabricante americana nas últimas semanas, como Internazionale, Atlético de Madrid e Corinthians. No entanto, é o que mais deu dor de cabeça à marca e também ao clube.

Foto: Reprodução / Twitter (@FCBarcelona)

Com listras grossas em azul e grená entremeadas por listras bem finas em amarelo, a camisa ainda possui a gola e o logotipo da Nike também em amarelo. A versão mais cara do uniforme já está sendo vendida nas lojas virtuais do clube por € 150 (o que dá a bagatela de R$ 927 na cotação atual do euro no Brasil).

A camisa acabou gerando bastante polêmica e até um certo atrito entre Nike e Barcelona, que possuem contrato até 2028. Isso porque o lançamento foi adiado por conta da versão mais comum ter apresentado problemas na confecção. Segundo o jornal espanhol "Mundo Deportivo", o clube estuda acionar a fornecedora para conseguir uma compensação financeira pelos prejuízos causados pelo atraso.

Para se ter uma ideia, outro jornal espanhol, o "Sport", chegou a revelar que as camisas do modelo "Stadium" teriam desbotado após contato com água ou suor, o que teria irritado o Barcelona.

A estreia em campo poderá acontecer ainda nesta temporada, uma vez que o calendário acabou atrasado por conta da paralisação provocada pela pandemia do coronavírus. A nova camisa poderá ser usada em uma das duas últimas rodadas da LaLiga ou até na retomada da Champions League, que será realizada em agosto.


Notícia Patrocínio camisa lançamento marketing atraso confecção Nike Barcelona