A pandemia do coronavírus deve decretar o cancelamento do torneio de tênis de Wimbledon, algo que não acontecia desde a Segunda Guerra Mundial. O anúncio deve ser feito até a próxima quarta-feira (1º) e se estenderá para todos os torneios do calendário do tênis que são jogados na grama.

LEIA MAIS: Coronavírus: veja cronologia da pandemia no esporte mundial

"Os torneios de grama vão ser todos cancelados. Estão só aguardando que seja feito o anúncio de Wimbledon, que vai acontecer na quarta-feira (1º). Isto não são rumores, vai mesmo acontecer", disse o vice-presidente da Federação Alemã de Tênis, Dirk Hordorff, em entrevista à rede Sky Sports.

Foto: Reprodução

De acordo com o dirigente, os torneios da grama não podem ser "empurrados" para frente no calendário por conta das condições climáticas. Roland Garros, Grand Slam disputado no piso de saibro, já confirmou sua transferência para a última semana de setembro e primeira de outubro. Foi o único torneio do saibro que foi confirmado no calendário até agora. A decisão da Federação Francesa de Tênis (FFT), aliás, irritou diversos organizadores de torneio, que esperavam um anúncio conjunto da ATP.

LEIA MAIS: ATP e WTA ampliam suspensão e cancelam temporada de saibro

O circuito mundial de tênis, com eventos todas as semanas, é o que mais foi afetado até agora por conta da pandemia. Como os atletas viajam o mundo todo, a tendência é de que seja difícil o calendário ser mantido em 2020.

"É completamente impossível pensar que, com todas as atuais restrições para viagens, que nós tenhamos um torneio internacional de tênis, com pessoas viajando de todas as partes do mundo. É impensável", completou Hordorff à Sky.


Notícia Coronavírus Covid-19 pandemia tênis gestão adiamento Wimbledon ATP WTA