arquivo

Análise: Esporte não enxerga o valor de sua mídia

por Erich Beting - São Paulo (SP)
A
A
publicidade

Há dez anos, o Santos e a Netshoes inauguravam um novo modelo de negócio. A marca de varejo esportivo fechou um patrocínio só para o canal do clube paulista no YouTube. À ocasião, lembro que fizemos uma extensa reportagem na Máquina do Esporte mostrando o potencial que poderia vir a ser explorado a partir daí pelos clubes para faturar com suas mídias.

publicidade

Dez anos depois, na estreia do Máquina do Esporte Debate, em nosso canal no YouTube, os gerentes de marketing de Flamengo e Santos disseram que ainda têm tido dificuldade em conseguir patrocínios focados apenas em suas mídias sociais, sem que possuam qualquer vínculo com a exposição de marca na camisa.

publicidade
publicidade

publicidade
publicidade
publicidade

Desde o surgimento da Santos TV lá em 2010, trazendo pela primeira vez os bastidores de um clube de futebol, o mercado de mídia tem se transformado a cada nova rede social que aparece (olha o TikTok aí, gente!) e a cada novo hábito que implementamos em nosso consumo de conteúdo.

publicidade
publicidade

O esporte e seus executivos vivem essa nova realidade no dia a dia. Mas, curiosamente, não perceberam que ainda estão focados em fazer isso como consumidores, e não como produtores de conteúdo para o público.

publicidade
publicidade

Já faz dez anos que tentamos mostrar, em reportagens, análises e exemplos, que o esporte é um veículo potente de comunicação. Nessa mesma época em que o Santos inovava com um patrocínio para seu canal no YouTube, a NBA já se posicionava no mercado como uma "empresa de mídia e esporte".

publicidade
publicidade
publicidade

No período de maior inatividade do futebol brasileiro em sua história, ficou claro o potencial de negócio que existe no esporte como mídia. A cada semana, o NBB dá mais um exemplo de como isso é real. As ações que têm sido feitas em parceria com a Budweiser mostram o caminho a ser seguido por todos.

publicidade
publicidade
publicidade

Fora do país, nesta quinta-feira (25), por exemplo, a Juventus colocou em prática uma nova estratégia digital. O Barcelona já tinha criado um estúdio próprio de produção de conteúdo no ano passado. O Real Madrid usa há alguns meses ferramentas que monitoram a eficácia de seus posts e criam condições para mensurar qual o real valor de mídia que eles podem gerar.

publicidade
publicidade
publicidade

O esporte precisa entender que a mídia que possui é um novo negócio dentro do seu principal produto. Que, ao contrário do que se pensa, não é a competição esportiva. Mas o que a modalidade representa para seus fãs.

publicidade

New Era usa placas do Brasileirão para promover licenciados