A Nike decidiu usar a força de seus atletas patrocinados para lançar uma campanha de conscientização das pessoas em meio à pandemia do novo coronavírus. A empresa usou as redes sociais para fazer uma ação em que pede às pessoas para ficarem em casa.

"Se você sonhou alguma vez em jogar para milhões de pessoas em todo o mundo, agora é sua chance. Jogue em casa, jogue pelo mundo", diz a peça publicada no perfil da marca, que doou US$ 15 milhões para auxiliar no combate ao Covid-19 nos Estados Unidos.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Now more than ever, we are one team.⠀ #playinside #playfortheworld

Uma publicação compartilhada por nike (@nike) em 21 de Mar, 2020 às 7:00 PDT

A ajuda financeira não é a primeira realizada pela Nike neste ano com relação ao coronavírus. Em janeiro, quando a doença ainda era "exclusividade" da China, a marca doou US$ 1,4 milhão para a Fundação de Desenvolvimento da Juventude da China. O dinheiro foi destinado para a compra de suprimentos e equipamentos aos profissionais de saúde para o tratamento de pacientes no país asiático.

A publicação também coincide com o anúncio da marca americana de que a programação premium do aplicativo Nike Training Club se tornou acessível aos usuários de forma gratuita. O serviço baseado em assinatura possui, entre outras coisas, programas de treinamento progressivo com ou sem o uso de halteres ou outros utensílios e dicas de especialistas para treinamentos dentro de casa.

Vale ressaltar que outras multinacionais, relacionadas ou não ao esporte, também têm promovido mensagens com o intuito de conscientizar as pessoas em meio à pandemia. A lista tem marcas como Ford e McDonald's.


Notícia Coronavírus Covid-19 pandemia redes sociais mídias sociais plataforma estratégia ação doação mercado Nike